Início de Mandato – Eleições 2022/2025

Antonio Reis

Estimados Associados

É uma honra, que excede seguramente o mérito pessoal e profissional, esta que me dais de ocupar a mesma cadeira que, foi ocupada após o 25 de abril, 48 anos de vivencia democrática, pelos Senhores Presidentes, José Maria Caiado, Eduardo Vieira Dias e Fernando Santos.

Permitam-me uma menção particular ao Sr. Fernando Santos, não só por ser aquele a quem diretamente sucedo, mas sobretudo porque partilho com ele um percurso associativo recheado de dedicação em condições pessoais difíceis, é, para mim como para tantos outros, uma inspiração de empenhamento cívico, coerência associativa, exigência ética e integridade pessoal – um exemplo para todos nós, o meu muito obrigado pela partilha.

A toda a equipa que abraçou este projeto a minha gratidão pelo empenho, focos, determinação na agregação de valor para todos os associados, em tempos desafiantes como os que passamos em Portugal.

Os tempos que vivemos, na Europa e no mundo, são tempos muito difíceis. A guerra, tão próxima, e as suas consequências estratégicas, económicas e sociais, interpelam profundamente a nossa consciência, também impõem a reafirmação do nosso posicionamento associativo junto das entidades competentes na elaboração e aplicação de políticas que acautelem o nosso setor.

Somos uma Associação com elevadas responsabilidades, quer nacional quer internacionalmente, designadamente como membros da EFA, AICEFOV, CIECA, espaços por excelência da representação diversidade e pluralidade de opiniões, onde todos os temas relevantes são aqui trazidos e discutidos em prol da nossa atividade.

Estamos, como sempre, abertos ao debate de ideias construtivas cumprindo duas regras elementares: uma, o respeito por todos os mandatos que resultam da livre expressão de voto dos associados, qualquer que seja o seu sentido; a outra, o firme propósito de crescer na soma da agregação de valor de cada um de vós. Vivemos numa sociedade onde a incerteza parece ser a característica determinante do ambiente económico e estratégico, são tempos propícios a toda a espécie de manipulações, preconceitos e messianismos. Tempos em que pode prosperar o populismo, com as suas simplificações abusivas, a culpabilização, a invenção de inimigos e a substituição do debate pelo insulto, devemos criar valor, ser diferentes na forma de agir e pensar, o foco deve estar na solução e não no desafio, como referi, juntos somos mais fortes, e assim conseguimos dignificar as escolas de condução e a ANIECA-Entidade de Utilidade Publica.

Temos um programa eleitoral que nos vincula na sua execução e tudo faremos para o cumprir, tendo sempre presente cada um de vós e a convicta expetativa de que, com o nosso empenho e trabalho, o futuro mais evoluído tecnologicamente, assumidamente empresarial e rentável, será melhor amanhã do que hoje e ontem.

Em nome de toda a direção o nosso muito obrigado.

Contem connosco, tal como contamos com vocês para dignificar mais e melhor as Escolas de Condução e a ANIECA.

A verdadeira essência da ANIECA são os seus Associados!

O Presidente da Direção

António Reis

Circular 37/22 – Portaria de extensão do contrato coletivo entre a ANIECA e FECTRANS

Tem que ser Associado A.N.I.E.C.A. para visualizar o conteúdo desta página.

Circular 36/22 – Decreto-Lei n.º 57-A/2022 – Alteração das medidas restritivas COVID-19

Tem que ser Associado A.N.I.E.C.A. para visualizar o conteúdo desta página.

Circular 35/22 – Formação para administrativos das EEEC

Tem que ser Associado A.N.I.E.C.A. para visualizar o conteúdo desta página.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.